Urubici – Uma das cidades mais frias do Brasil.

Considerada uma das cidades mais frias do Brasil, localizada na Serra Catarinense, Urubici fica a 83,5km da Serra do Rio do Rastro e fica numa espécie de vale, rodeada por montanhas, deixando assim um clima frio e agradável na cidade. Conheça Urubici e seus atrativos!

20170416_092255

Como chegar

Como nós saímos de Cachoeirinha – RS, queríamos ir por um caminho e voltar por outro pra ver paisagens diferentes, porém com isso, acabamos entrando numa fria, literalmente hehehe. Saímos de Cachoeirinha pela estrada RS020, passando por São Francisco de Paula, Tainhas, até chegar em São José dos Ausentes, então iríamos pegar ou a RS 110 (que depois se torna a SC 114) ou continuar pela RS020 até chegar em São Joaquim – SC. O problema é que ambas estradas são de chão batido (a 020 inicia chão batido após São José dos Ausentes). Como estava muito longe para pegar a BR 101, encaramos a RS020 mesmo, ou seja, 2 fuck horas de chão batido até chegar em São Joaquim – SC :/

De São Joaquim pegar a estrada SC 416 e chegará em Urubici.

Onde ficamos

20170415_085153
Café da manhã da pousada

Eu pesquisei no Booking antes de irmos e encontrei esta Pousada (Clique aqui), que na verdade não é uma pousada, e sim uma casa de família. A dona da casa é a Marcia (Clique aqui se quiser falar diretamente com ela no Facebook) e é uma pessoa extremamente hospitaleira, nos deixando muito a vontade lá. A casa em si é bem aconchegante, tudo muito limpo e o valor dentro do orçamento. Recomendamos demais esse lugar para ficar, pois além da Marcia nos dar várias dicas do que fazer por lá, ela ainda fez uma Paçoca de Pinhão para janta para o pessoal que estava hospedado, muito bom!!!

Além disso tudo, na diária está incluso um café da manhã monstro, estilo café colonial da serra hehehe.

Onde comer

Bem, neste tópico depende muito de cada um, o que gosta de comer, o ambiente e etc, então vamos relatar os lugares que fomos.

Urubici é uma cidade pequena, então tudo é muito perto e existe muitos lugares para comer, e o primeiro lugar que fomos foi na Pizzaria Muller, o rodízio saiu por R$ 26,90 por pessoa e tem pizza até de paçoca de pinhão, muito boa. Mas a que mais recomendamos é a pizza de Strogonoff deles, a gente comeu uns 3 pedaços dessas hehehe.

Drink Bulldog
Drink Bulldog

Outro lugar que gostamos de ir e acabamos indo duas vezes foi no Barba Negra, é um pub com diversos drinks diferentes (e caros, em torno de R$ 25,00 cada), alguns petiscos (uma batata frita pra dois com bacon e queijo saiu por R$ 25,00) e vários tipos de cervejas artesanais (média de R$15,00 a R$20,00 a garrafa de 600ml). O ambiente é bem diferente também, tendo uma mistura de bar americano com bar de motociclistas, vale a pena conferir.

Um lugar que é parada obrigatória em Urubici é o Posto Serra Azul, ele fica junto com um posto Ipiranga bem perto do centro (em frente a praça da cidade) e todo temático o ambiente, estilo retrô (inclusive até no banheiro hehehe). O caixa desse lugar é dentro de um carro antigo, as cadeiras são estilo lanchonetes antigas, com vários quadros e detalhes retrô. Nós comemos um sanduíche estilo hambúrguer, muito bom, saindo em torno de R$20,00. Lá tem alguns petiscos a venda também e diversas cervejas artesanais.

 

Outros lugares que fomos foi em uma padaria/lanchonete toda rosa perto da praça também, onde comemos um pastel barato. Almoçamos também em um restaurante chamado Bifão, que fica do outro lado da cidade, na parte de quem vai pro Morro da Igreja. Esse é um restaurante simples com um buffet de comida caseira, saindo por R$15,00 o buffet livre com direito a um bife bem grande, por isso o nome do restaurante hahaha.

O que fazer

Urubici tem diversos atrativos e iremos citar abaixo os que nós fazemos. Como nós tínhamos 3 dias para aproveitar, não conseguimos ir em todos os lugares que tem por lá, então fomos nos que eram mais perto e de fácil acesso.

Pedra Furada/Morro da Igreja

Esta com certeza é a atração mais conhecida da cidade e meio que é o cartão de visita de Urubici. Fica localizada no Parque Nacional de São Joaquim, e trata-se literalmente de uma pedra furada hahaha, uma rocha gigante com um furo no meio. Mas o mais bonito com certeza é a vista de lá de cima, pois o Morro da Igreja (que é onde se deixa os carros para observar a Pedra Furada) fica localizado a 1822m de altitude, tendo uma vista até mesmo acima das nuvens. Mas por consequência disso, é muito frio neste lugar, então sugerimos levar bastante casacos 😀

Pedra Furada 01

O Morro da Igreja fica localizado a uns 30km de Urubici e é necessário pegar autorização para subir lá. Você pode optar por ir para lá no turno da manhã ou da tarde, e escolhe o dia. Se não tiver lotado, pode conseguir autorização para ir no mesmo dia, mas indicamos ir em dias que não há muita gente (nós fomos num domingo e estava bem vazio). Aqui o site da ICMBio, com as informações da autorização: http://www.icmbio.gov.br/parnasaojoaquim/guia-do-visitante.html, lembrando que é gratuito este passeio.

morro da igreja 01

OBS: No caminho da subida até o Morro da Igreja, passa-se pela entrada da Cascata Véu de Noiva, também é um atrativo da cidade, porém nos não chegamos a ir pois estava com muito lodo a estrada e ficamos com medo de atolar o carro pelo caminho (ainda mais que vimos saindo de lá somente 4×4 hehehe).

Morro da Cruz ou Morro do Campestre

Esta pelo que percebemos é um atração pouco conhecida pelos turistas e não vimos muitas coisas na internet. Só soubemos deste lugar pois a dona da casa que ficamos nos disse, e tivemos muita sorte, pois este foi um dos lugares que mais gostamos.

Este é um morro com 1320m de altitude, que também tem uma rocha furada no meio, porém ao contrário da Pedra Furada do Morro da Igreja, neste você pode chegar na rocha e inclusive subir no topo da mesma. Mas não é uma tarefa fácil, pois a caminhada até o topo requer um certo preparo físico (do qual não temos hehehe), por isso, suba com calma e leve uma água.

 

Como fica em uma propriedade particular, o valor é de R$ 5,00 por pessoa, com estacionamento.

Cascata do Avencal

A entrada da Cascata do Avencal fica na saída da cidade, quem está indo sentido São Joaquim, logo depois passando o mirante da cidade. A entrada custa R$15,00 por pessoa, com acesso a cascata na parte de cima. Sinceramente achamos que não valeu muito a pena, pois não há muito o que fazer por lá, a não ser ver a cascata e ver o pessoal passando de tirolesa hahaha. A tirolesa deve ser legal pois passa por cima da cascata, mas custa uma bagatela de R$35,00 por pessoa o.O (deve durar uns 10s a tirolesa :/ ).

 

 

Existe um acesso pela parte de baixo da Cascata do Avencal, do qual da pra fazer um trilha (nos falaram que era uma trilha tranquila, porém molhada e escorregadia) que chega até a cascata na parte de baixo, porém não chegamos a ir nessa. A entrada fica antes da entrada da parte alta.

Gruta Nossa Senhora

Esta gruta fica localizada entre a Serra do Corvo Branco e o Morro da Igreja (tem que se atentar nas placas) e trata-se de como se fosse uma capela no meio da natureza, literalmente, pois a parte onde fica o padre é quase numa gruta. Achamos muito bonito esse local e deve ser bem legal uma missa ali, porém é um lugar bem úmido.

 

Não precisa pagar nada para entrar e tem estacionamento na frente. Aos lados é possível subir nas escadas e ter uma vista mais de cima da capela. Tem banheiros no estacionamento também, porém não indicamos 😛

Serra do Corvo Branco

Este também é um local que vale a pena ir, apesar que para chegar até lá é difícil o acesso, muito chão batido e subida íngrime (de carro), o lugar compensa. Trata-se de uma fenda de paredões de pedra, com a estrada SC-370 passando no meio. É impressionante passar pelo meio dessa fenda, e no final da mesma, existe uma visão dessa estrada no estilo Serra do Rio do Rastro.

Infelizmente, quando nós fomos, estava com tanta serração e não conseguimos ter essa vista, mas conseguimos chegar até, pois pelo que vimos na internet e falando com a Marcia (dona da casa que ficamos) as vezes a estrada até lá fica interditada.

Serra do Rio do Rastro

Bom, como nós nos planejamos voltar pela BR 101, nos organizamos para voltar pela Serra do Rio do Rastro, e demos a sorte de descermos a mesma (pois meu carro 1.0 ia ser brabo pra subir hehehe). Fazia tempo que queríamos passar pela Serra do Rio do Rastro, porém tivemos o azar de nessa vez estar fechado o tempo, com uma serração muito forte, do qual não conseguimos ver nada no mirante lá de cima. Ao descer pela estrada o tempo foi se abrindo e conseguimos pegar uma vista muito bonita, e realmente é uma estrada muito bonita, vale a pena a passada!

 

 

Na estrada, tem alguns paradouros, onde é possível estacionar o carro para contemplar a vista (ou pra selfie clássica 😀 ), porém como é pista de mão única (uma para subir outra para descer), deve se atentar para não trancar o transito.

Bem, era isso. Recomendamos demais esse passeio, principalmente no período do fim de Maio e inicio de Junho, que é época de possível neve. Mas acreditamos que bem no inverno, deve ser muito bonita a região também.

Até o próximo post 😀

 

Anúncios

Um comentário sobre “Urubici – Uma das cidades mais frias do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s